Como melhorar a rotina de um cão idoso

Hoje temos uma grande explosão de conteúdos destinados a filhotes. Cada dia vemos pessoas melhorando seu relacionamento com filhotes, e fazendo o melhor por eles desde o dia um dentro de casa, então como melhorar a rotina de um cão idoso?

Mas onde ficam os idosos? Todo mundo falando do seu jovem senhor, ou do seu senhorsinho? Não podemos esquecê-los!

A rotina para cães mais velhos também precisa dos mesmos cuidados e atenção. Precisamos continuar nos esforçando para suprir suas necessidades básicas em todas as fases. O que vai mudar é que em cada uma delas, ajustes precisarão ser feitos para que as novas necessidades sejam levadas em consideração. 

A necessidade de brincadeira de um filhote vai ser bem diferente de um cão com seus cinco, sete ou nove anos. E assim por diante, precisamos ajudar os pontos da rotina.

Quando falamos em rotina, queremos levar em conta os seguintes pontos:

Interação social – brincadeiras com pessoas e cães, brincadeiras com brinquedos, cabos de guerras.

Comer fora pote – brinquedos recheados e dispensers 

Atividade física – passeio 

Atividade mental – treinos

Descanso

Veja quantas possibilidades de ajustes podem ser feitas quando entendemos o que os cães precisam diariamente. E ainda precisamos lembrar que eles precisam: roer, cavar, correr, destruir, destrinchar… Tudo isso pode, e será ajustado ao longo da vida.

Cães mais velhos não precisam, e não devem ficar parados! 

Podemos fazer muito melhor por eles. Existe uma vida tão divertida e gostosa que acontece com nossos cães depois de cinco anos. E podemos aproveitar o melhor de cada idade, de cada fase. 

Precisamos ver a oportunidade de curtir cada uma delas, com a certeza de que estamos fazendo o melhor por eles. Do primeiro ao último dia!

Escrito por Lorena Pretti – “Ajudo você a se relacionar melhor com seu cão”. Veja mais matérias clicando aqui.