5 dicas de como manter meu cão relaxado

Assim como os seres humanos, os animais podem desenvolver ansiedade, depressão e estresse crônico. E, como tutores responsáveis temos o dever de proporcionar uma vida melhor aos nossos parcerinhos de 4 patas. Para isso, separamos 5 dicas de como manter seu cão relaxado

1. Roer

Roer é um comportamento natural dos cães que, além de benefícios na saúde, tem também seus benefícios no comportamento. É uma atividade que ajuda o dogo a lidar com excitação e ansiedade, um tipo de alívio de estresse para eles.

Uma dica é oferecer em situações em que você precisa que ele fique entretido, como na hora da sua reunião online ou momento de estudo. Então, corra no site da Dogopets e garanta os mordedores naturais da Dipetti.

2. Cantinho de conforto e segurança

Um fator importante para o relaxamento é o dogo ter um local onde se sente seguro e confortável, dessa forma um cantinho ideal pode ser uma caminha, caixa de transporte, colchonete ou até o sofá da sala, se você permite!

Importante: sempre fazer uma associação positiva a esse local para que ele mesmo escolha ir para lá.

3. Momentos de massagem

Quem não gosta de uma massagem relaxante? Seu dogo provavelmente também gosta, ou um carinho leve já resolve. Então leva ele para aquele local de conforto e comece a massageá-lo de leve e de preferência nos locais que ele mais gosta.

Vale até colocar uma musiquinha relaxante e usar produtos que ajudam a relaxar o cachorro!

Na Dogopets, vendemos produtos aromatizantes com esse propósito: RELAXAR.

Conheça a Vetfleur – aromaterapia para cães e gatos:

4. Quem espera sempre alcança!

Seu dogo sabe esperar? Para comer, por exemplo, ou receber algum brinquedo novo?

Se ainda não sabe, esse é um ótimo comportamento para manter seu cão calmo em momentos de empolgação. É simples, você vai determinar um comportamento (sentar, deitar, ficar com as quatro patas no chão, etc.) para o seu cão fazer antes de receber algo.

Dessa forma evitamos pulos, latidos e outros comportamentos indesejados. Assim que ele fizer, ele poderá receber aquilo que tanto gosta.

5. Necessidades básicas.

Nunca podemos deixar de suprir as necessidades básicas dos nossos dogos. Sendo elas: Atividade física, mental, social e uma boa alimentação.

Ou seja, de nada adianta querer um dogo relaxado se ele está com energia acumulada e sem fazer nada a dias. Equilíbrio é tudo nessa vida!

Leia também: